Monthly Archives: Abril 2015

A pista que vai acolher a 3.ª prova do Campeonato Nacional de Trial 4×4 já está a sofreros últimos retoques. Apesar de o terreno ter alguns obstáculos naturais, 70% do circuito deChaves será artificial, desenhado pelos homens do Clube Motard de Chaves. Por quase 3000metros de pista, predominam os morros e socalcos, com destaque para uma picada de fraga,que é considerada o obstáculo mais desafiador de todo o percurso. O trial dos pneus estátambém a ser trabalhado de modo a levantar algumas dificuldades, bem próprias damodalidade, às equipas.

 photo foto_partida_.jpg
O Clube Motard de Chaves já sonhava há vários anos com a realização desta prova e2015 foi o ano de agarrar este desafio. Levar uma prova até ao interior do país nunca é fácil,mas o Clube Motard de Chaves quer aproveitar a vantagem que é a proximidade comEspanha. Aliás, a prova está a ser altamente divulgada do outro lado da fronteira e por issosão esperados muitos aficionados espanhóis para assistir à prova. Dentro de pista estarátambém, pelo menos, uma equipa espanhola. Equipas da região também querem participarnesta grande festa do trial português e já começaram a inscrever-se.

As inscrições para esta prova terminam a 2 de maio. A competição a cargo do ClubeTodo-o-Terreno Trilhos do Norte em parceria com o Clube Motard de Chaves e sob a égide daFederação Portuguesa de Todo-o-Terreno Turístico Trial e Navegação 4×4 é a 10 de maio, emChaves.
Programa OficialPrograma OficialPrograma Oficial

SABADO 09 / 05 / 2015
16.00 – 20.00 Secretariado, verificações técnicas e administrativas
16.00 – 20.00 Parque fechado Largo Nossa Senhora da Lapa
20.30 Briefing de pilotos (Auditório Hotel Forte São Francisco)
DOMINGO 10 / 05 / 2015
08.00 – 09.00 Abertura parque fechado
08.00 – 10.00 Secretariado, verificações técnicas e administrativas (no local prova)
09.00 Deslocação até local da prova
10.00 – 12.00 Prologo para qualificações pré-grelha
12.15 Publicação de tempos
13.00 – 14.00 Pausa para almoço
14.00 – 14.20 Entrada em Parque Fechado / Grelha de Partida
14.25 Neutralização/Briefing
14.30 – 17.30 Inicio prova Resistência Campeonato Nacional Trial 4×4 (3 horas)
15.30 – 17.30 Inicio prova de Resistência Classes da Promoção (2 horas)
17.35 Divulgação das classificações Oficiais Provisórias
18.00 Divulgação das classificações Finais Oficiosas
18.00 Cerimónia de entrega dos prémios

Direcção da Prova e outras Informações:
Clube Motard de Chaves
Presidente: Filipe Carvalhal | +351 961 509 480
Diretor Prova: Antonio Marracho | +351 914 917 263
E-mail: clubemotardchaves@gmail.com

Informações e Documentos obrigatórios CNTrial4x4:
Antero Bessa | 966501745 | geral@cntrial4x4.com site: www.cntrial4x4.com
Director Desportivo: Armando Pereira: +351 939 584 404
Director Técnico: Manuel Ribeiro: +351 935 104 155
Director Técnico Adjunto: Fernando Mendes: +351 961 217 738
Secretariado: Vitor Martins | +351 919 666 501

 photo Captura de ecratilde 2015-04-30 agraves 22.33.47.png

Inscrição inclui:
a) Apoio logístico, Seguros de R. Civil, Ac. Pessoais, Lembranças de participação, 10 entradas no recinto.
b) O fecho das inscrições será até ao dia 2 de Maio 2015.
c) Publicação da Lista Oficial das equipas inscritas será dia 04 de Maio 2015.
d) As Inscrições só serão aceites quando acompanhadas com o respectivo pagamento até ao dia 09 Maio 2015.
NOTA: As equipas na sua inscrição devem mencionar se têm boxes partilhadas com outras equipas.

EMERGÊNCIAS:
Bombeiros Voluntários de Chaves Telefone: 276322122
Policia Segurança Publica de Chaves Telefone: 276323125
Guarda Nacional Republicana de Chaves Telefone: 276322169
Centro Hospitalar de Chaves Telefone:276300 950

COMO CHEGAR / Coordenadas GPS:
Parque Fechado:Parque Fechado:Parque Fechado:Parque Fechado:Parque Fechado:
41°44’31.91″N 7°28’9.33″W
Pista:Pista:
41°47’53.73″N 7°26’58.84″W

(199)

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2015
Rali TT Vinhos CARMIM
1 e 2 de Maio

Miguel Barbosa em busca da nona vitória
BP Ultimate Vodafone Team lidera campeonato

A dupla Miguel Barbosa/Miguel Ramalho inicia amanhã a sua participação no Rali TT Vinhos CARMIM, a segunda etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Aos comandos do Mitsubihi Racing Lancer, o piloto do BP Ultimate Vodafone Team que triunfou na prova de abertura, liderando por isso o campeonato, regressa a um palco onde já venceu por oito vezes, tendo subido ao lugar mais alto do pódio nos últimos quatro anos.

 photo MBarbosa-BajaTTRotadoDouro_01.jpg

Miguel Barbosa não esconde que “gosto bastante desta prova de Reguengos onde já venci por oito vezes e foi também a prova onde alcancei o meu primeiro triunfo a nível absoluto. O todo-o-terreno regressa assim ao Alentejo, depois de, para nós, a passagem pelo norte do país ter sido muito positiva. Gosto dos traçados desta prova e tenho uma grande simpatia pela organização que sempre me recebeu muito bem. Tanto o Miguel Ramalho, como eu e toda a nossa equipa, estamos muito confiantes e motivados, com o firme propósito de lutar pela vitória”.

 photo MBarbosa-BajaTTRotadoDouro_02.jpg

Para Miguel Ramalho, que regressa ao Alentejo após um ano de ausência, “esta é uma prova pela qual o Miguel tem uma grande apetência mas, de qualquer forma, o nosso objetivo à partida de qualquer corrida é sempre o de tentar chegar à vitória”.

 photo MBarbosa-BajaTTRotadoDouro_03.jpg

Com um figurino idêntico ao dos anos anteriores, o rali TT Vinhos CARMIM inicia-se com um prólogo de 5 quilómetros de extensão, a disputar na tarde de 6ª feira, dia 1 de Maio e que terá lugar em Monsaraz, junto ao Centro Náutico. No dia seguinte, os concorrentes farão uma dupla passagem por um troço cronometrado com cerca de 150 quilómetros.

(106)

 photo OficinaVeicomer.jpg

 photo Veicomer600.jpg

Veicomer, uma empresa líder em reparação de motores e seus componentes, tecnologicamente equipada com maquinaria do mais avançado que há para este tipo de trabalhos, tornou-se a mais recente patrocinadora do Portugal4x4, o que muito nos honra, ser-mos merecedores de mais esta aposta de uma grande e prestigiada marca.

A Veicomer sobejamente conhecida a nível nacional e internacional, também no mundo do Todo o Terreno com o desenvolvimento de excelentes trabalhos em alguns motores de equipas de topo, uma marca com provas dadas pelos excelentes trabalhos que desenvolve em motores de qualquer marca ou modelo.

 

Alguns dos serviços que podem ser encontrados na Veicomer

  • Retificação de Blocos de Motor
  • Cabeças de Motor
  • Cambotas
  • Bielas
  • Soldadura a Eletrodo revestido e TIG.

 

Morada: Praceta Domingos Rodrigues nº4, 2685-327 Prior Velho lisboa
Horário: Seg – Sex: 8:30 – 12:30 | 13:30 – 17:30
Telefone: 219440206
E-mail: veicomer@hotmail.com
Facebook Veicomer

Exemplo de um trabalho numa cabeça de um RD28.

 

Registo Fotográfico:
 photo IMGRD28.jpg

 

O mesmo tipo de trabalho é realizado em qualquer motor, obtendo-se melhorias consideráveis nas performances

 photo IMGRD28.jpg

O Portugal4x4 vai acompanhar de perto e documentar alguns dos trabalhos realizados pela Veicomer que podem ser interessantes para os leitores e utilizadores do Portugal4x4.

Para a Veicomer, o nosso muito obrigado pela aposta.

(256)

  • UMA NOVA PISTA E UM NOVO TIPO DE TERRENO NO CALENDÁRIO MAIS VARIADO DE PORTUGAL
  • CHUVA FORTE COMPLICOU AS PISTAS MAS AUMENTOU O ESPETACULO

A bonita vila de Flor da Rosa, próximo do Crato no Alto Alentejo teve este ano as honras de abertura do renovado Troféu Extreme Trial.  Este evento, novo no calendário, teve a organização da Associação Desportiva de Flor da Rosa que preparou para os participantes pistas que aparentemente pareciam simples, mas que se vieram a revelar um desafio á altura da exigência dos eventos do “Extreme”.

O Troféu Extreme Trial já é sobejamente conhecido pela grande variedade terrenos e obstáculos que os participantes têm que enfrentar, e neste primeiro evento do ano isso ficou bem claro, com zonas de pedras, zonas buracos, e duas travessias do mesmo riacho completamente distintas, com a primeira a ter areia e pedras grandes que os carros tinham que passar por cima, e a segunda sem uma única pedra e com muita lama que muito deu que fazer aos participantes, em especial aos navegadores. Para complicar um pouco, a chuva que apareceu por vezes forte, molhou e “enlameou” todo o circuito, aumentando o nível de exigência deste evento.

 

NOVIDADES NO TROFÉU AUMENTAM ESPETACULO NOS EVENTOS

Para a edição de 2015 os promotores do Troféu Extreme 4×4 decidiram introduzir algumas modificações no regulamento para permitir um melhor desenrolar dos eventos e melhorar a qualidade dos mesmos.  Assim, os sectores de perícia são agora reduzidos para apenas uma passagem por uma pista, um pouco mais longa do que anteriormente e que servirá para ordenar os participantes para o sector de resistência.

A componente de resistência passa agora a ter 1h30 para a classe Promoção e 2 Horas para a classe Proto e Super Proto, com cada uma das classes a ter uma configuração específica das pistas.

Os promotores introduziram mais uma série de pequenas melhorias e correções, todas com os objetivos que já referimos, e também procurando dar resposta a algumas solicitações por parte de equipas e organizadores.

 

GREEN TEAM “SOLITÁRIO” VENCE PROMOÇÃO

Por ser o primeiro evento do ano, ainda vários carros não estão prontos, e apesar de várias equipas terem comparecido na prova de Flor da Rosa, várias não puderam trazer os seus carros.  Isso refletiu-se por todas as classes, com a mais atingida a ser a classe Promoção, onde apenas o Green Team marcou presença.

Ainda assim, a dupla do Patrol verde não quis deixar os seus créditos por mãos alheias e comportou-se tal e qual tivesse oposição direta, em especial na componente de resistência. Embora tivessem algumas passagens alternativas, durante as primeiras voltas lutaram em pé de igualdade com a classe Proto, com a qual disputaram a par este sector, mas numa das passagens do pequeno riacho com a zona da lama acabaram por ficar retidos durante muito tempo.  Foi realmente  preciso muito empenho e imaginação, mas conseguiram sair do problema onde se tinham metido.

A equipa levou para casa a pontuação máxima e está numa posição confortável para enfrentar os próximos eventos face à possível concorrência.

 

SEMPRE OS ULTIMOS COM ARRANQUE VITORIOSO NA CLASSE PROTO

Com apenas quatro equipas presentes, também a classe Proto se ressentiu da ausência de participantes neste arranque de temporada, mas o numero baixo de participantes contrasta bastante com a intensa luta em pista.

O sector de perícia foi vencido pelo AFCS/ Team LM4, seguido de perto pelo Team AutoMouro.  Um pouco mais afastado, ficou o Team Sempre os Últimos, e pelo caminho, com uma avaria mecânica ficou o Team RCA, que viria a abandonar o evento.

Assim, com apenas três carros para a resistência seria de esperar uma prova algo monótona, mas pelo contrário, a máxima de poucos mas bons pode-se aplicar na perfeição a este sector.  Depois de 4 voltas de intensa luta, o Team AutoMouro  teve um desentendimento com as pedras do percurso, e acabou fora de prova com problemas de direção.  Quanto aos dois sobreviventes, o AFCS/ Team LM4 e o Team Sempre os Últimos começaram uma sequencia de voltas muito rápidas, numa luta mano a mano que foi mais forte que os obstáculos da pista e do que a chuva forte que caiu durante alguns momentos da prova.

A vitória do Team Sempre os Últimos poderia ter sido fácil, mas o empenho do seu adversário fez com que só no final a equipa de Marinhais pudesse descansar.

 

AUTOHIGINO ESTREIA NOVO CARRO COM VITÓRIA EM FLOR DA ROSA E VENCE OS SUPER PROTO

A classe Super Proto está a atingir um nível de preparação das suas viaturas realmente elevado, acompanhado por uma cada vez maior capacidade dos seus pilotos e navegadores para superar obstáculos por muito complicados que sejam.

Nesta prova de abertura compareceram duas maquinas novas, ambas com motores a gasolina: A primeira do Team AutoHigino, e a segunda do Team Base Branca 4×4. Assim, era com alguma expectativa que se aguardava pelo arranque para assistir ao evoluir destes novos protótipos pela relativamente difícil pista de Flor da Rosa.

Também os Super Proto tinham uma lista de inscritos algo curta quando comparada com o habitual nos eventos do Extreme, mas para não ser exceção, também os presentes proporcionaram um espetáculo de alto nível com bastante luta em pista.

No sector perícia venceu o Team AutoHigino, com o tempo de 42 segundos.  Este resultado poderá não dizer muito a quem não acompanha mais de perto estes eventos, mas é na realidade um tempo canhão face aos obstáculos que a equipa transpôs. O novo Proto “devorou” as pedras da pista com o rugir do motor V8 Mercedes num abrir e fechar de olhos.

Em segundo lugar ficou o Team Base Branca 4×4, que fez tudo praticamente igual ao vencedor, precisando de apenas mais 4 segundos para superar todas “as coisas boas” da pista.  A diferença talvez tenha sido causada pelo facto de que o carro do segundo classificado ainda não estar a 100% e este evento ter servido mais como um teste, que nesta fase foi muito bem sucedido.

O terceiro classificado neste sector foi o Team F Power Preparações 4×4, que levou precisou de 54s para cumprir o sector. É justo que se diga que neste caso o tempo obtido também é muito bom, pois aqui valeu

sobretudo as capacidades de condução, uma vez que o seu carro está bastante distante em termos de preparação aos outros dois que venceram.

O ultimo classificado nesta fase foi o Team Lubecar que teve algumas dificuldades em concluir o sector.

Antes do arranque do sector de resistência aguardava-se com alguma expectativa a prestação dos novos carros face ao que já tinham feito na perícia, mas bastaram apenas 100 metros para se perceber que a juventude dos projetos ainda limita as prestações, neste caso do Team Base Branca 4×4 que ficou logo no primeiro obstáculo incapaz de o transpor devido a problemas.

Já os outros carros em pista começaram uma sequência de voltas ao circuito a um ritmo bastante elevado, que prendeu a atenção do público presente, em especial junto á passagem da ribeira que tinha lama, onde todas as equipas passaram de forma muito espetacular.

À oitava volta ficava pelo caminho o Team Lubecar, com problemas no radiador, enquanto na pista os outros dois continuaram a intensa luta, com uma tática muito simples: andar o máximo que fossem capazes.

Com a pista propicia a um ritmo rápido, ambas as equipas andaram muito, mas uma passagem mal calculada da ribeira por parte do Team F Power Preparações 4×4 acabou por fazer pender (ainda mais) a balança para o lado do Team AutoHigino, que venceu este sector algo distanciado do seu adversário. Aparentemente as 5 voltas que o Team AutoHigino deu a mais poderão dar a entender uma vitória algo folgada, mas na verdade foi preciso muito empenho para este resultado, porque o jovem Team F Power Preparações 4×4 mesmo a lutar em desvantagem impôs um ritmo muito forte e vendeu a derrota muito cara.

 

TEAM SEMPRE OS ULTIMOS ASSUME LIDERANÇA NO TROFÉU FEDIMA

De regresso está também o Troféu Fedima, o troféu Monomarca destinado a todas as equipas que participem nos eventos do Extreme Trial com os seus carros equipados com pneus Fedima.

Em Flor da Rosa venceu este particular o Team Sempre Os Últimos, que juntou assim este triunfo ao outro obtido na classe Proto.  O Team AFCS/ Team LM4 foi o segundo classificado.

 

 

O Troféu Extreme 4×4 regressa dentro de algumas semanas para o evento de Alenquer.

Mais informações sobre o Trofeu Extreme 4×4 podem ser encontradas no site oficial em www.extremetrial4x4.com

O Troféu Extreme Trial 4×4 tem como Promotor a X-Adventure.

 

 

RESULTADOS FINAIS DE TODAS AS CLASSES PARTICIPANTES NO EVENTO

 

RESULTADO FINAL CLASSE PROMOÇÃO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

608

Green Team

150

500

0

650

40

RESULTADO FINAL CLASSE PROTO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

606

Team “Sempre os Ultimos”

144

500

0

644

40

2

611

AFCS/ Team LM4

150

475

0

625

36

3

613

Team AutoMouro

147

450

0

597

32

4

605

Team RCA

91

425

0

516

28

RESULTADO FINAL CLASSE SUPER PROTO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

601

Auto Higino

150

500

0

650

40

2

612

F Power Preparações 4×4

144

475

0

619

36

3

610

Lubecar

141

450

0

591

32

4

603

Base Branca 4×4

147

425

0

572

28

RESULTADO FINAL TROFÉU FEDIMA

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

606

Team “Sempre os Ultimos”

147

500

0

647

40

2

611

AFCS/ Team LM4

150

475

0

625

36

(195)