Daily Archives: 12 de Janeiro de 2013

Ao oitavo dia de prova, a chuva chegou (e em força) ao Dakar 2013, obrigando a organização a encurtar parte substancial daquela que seria a maior especial desta primeira semana e o último e mais complicado teste antes da jornada de descanso. Com a pista impraticável, a Direção do rali não teve outra alternativa senão cancelar a primeira parte da especial para motos e carros, fazendo seguir os camiões diretamente para o bivouac.

O abreviado percurso até San Miguel de Tucumán passou, deste modo, a incluir um único setor cronometrado de184 km, cumprido pelo pelotão das duas rodas, mas neutralizado na corrida automóvel a partir do km 88 (CP2) pelo agravar das condições climatéricas e a subida do leito de um rio, impedindo a passagem da maioria dos concorrentes.

Com apenas cinco carros a atingirem a meta, a classificação desta oitava etapa permanece suspensa, havendo ainda dúvidas quanto ao vencedor da especial e às diferenças registadas neste ponto da especial.

Carlos Sousa e Miguel Ramalho seguem neste momento em ligação para o final da etapa, depois um dia marcado por algum infortúnio: “Tivemos uma avaria no carro e fomos obrigados a parar várias vezes para conseguir baixar a temperatura do motor. Perdemos algum tempo e esperamos agora resolver o problema em definitivo na assistência. Neste momento, desconhecemos ainda quando tempo estaríamos a perder à chegada a CP2. Em todo o caso, parece certo que esta neutralização terá sido providencial”, refere o piloto português, que era 10º da classificação geral à partida para esta agitada etapa.

 

Fonte: atelierdocaractere

(111)

A segunda parte da etapa maratona que hoje levou a caravana do Dakar de Salta até San Miguel de Tucumán, viu a primeira parte da especial cronometrada ser anulada na sequência do mau tempo que se abateu na região e que obrigou a organização da prova a fazer diversas alterações no percurso. Partindo da 19ª posição, Hélder Rodrigues, aos comandos da sua Honda CRF 450X esteve em bom plano e chegou a ser o primeiro piloto em pista numa altura em que os concorrentes que partiram à sua frente se perderam.

As extremas dificuldades de navegação levaram todavia o piloto luso a desviar-se também do percurso tendo acabado por ser o 10º concorrente a chegar ao final do sector selectivo, à frente de um pelotão de nove pilotos entre os quais estava Cyril Despres. Hélder Rodrigues realizou o 13º tempo e a 14ª posição que agora ocupa engloba já os 15 minutos de penalização pela mudança de motor, que a equipa Honda optou por fazer antes da partida para a etapa maratona. Se, como é de esperar, os restantes pilotos que estão à sua frente mudarem de motor no dia de descanso, o piloto português subirá então para o 8º lugar a 17s da 7ª posição.

“Sabia que a etapa de hoje iria ser complicada em termos de navegação e ontem tinha-me resguardado um pouco para hoje poder atacar e melhorar o meu resultado na classificação geral. O facto de ela ter sido encurtada limitou de alguma forma este meu propósito. Agora vamos ter um dia de descanso para preparar a segunda metade de Dakar que ainda está longe de estar decidido”, salientou à chegada a San Miguel de Tucumán o piloto da Honda, Red Bull e TMN.

PR_HelderRodrigues_Dakar 2013_12 de Janeiro de 2012

Fonte: A2 Comunicação

(112)