Monthly Archives: Janeiro 2013

Revista Topos & Clássicos dedica 5 páginas ao evento “Portugal Marrocos” da Global Challenge que no passado mês de Dezembro partiu em missão solidária com a Associação Laço (luta contra o cancro da mama).

Pode-se encontrar na revista relatos e fotografias daquela que é uma viagem de sonho.

A mesma revista anuncia  “Marrocos Series” agendado para 09 e 17 de Março de 2013.

(234)

Campeonato Nacional Trial 4×4
Entre as novidades e as certezas para 2013

Como tem sido apanágio, depois da consagração dos campeões nacionais, segue-se a preparação de uma nova temporada. A exemplo de outras edições, a organização do Campeonato Nacional de Trial 4×4 não perdeu tempo e deu já a conhecer as essenciais alterações a introduzir na edição de 2013 da principal competição de Trial sob a égide da Federação Portuguesa Todo Terreno. No palco mais privilegiado dos grandes acontecimentos que antecedem as grandes provas (O Assador.pt), marcou presença o Presidente da FPTT, Drº Jorge Lima; os responsáveis do Clube Todo-o-Terreno Trilhos do Nordeste, entidade a quem cabe a promoção e coordenação do CNTrial4x4 e os representantes dos clubes organizadores locais onde serão realizadas as cinco jornadas já agendadas. No decorrer do evento, Antero Bessa, Director da competição, deu a conhecer a uma vasta plateia, composta por pilotos: navegadores, mecânicos, muitos aficionados e elementos da comunicação social, as principais inovações a introduzir no aspecto competitivo e regulamentar para a presente época.

De entre as curiosidades para esta edição as expectativas estavam elevavas, face ao sucesso presenciado por milhares de espectadores na derradeira jornada em Paredes, com a introdução da Classe Promoção, permitindo a captação de novos participantes: “será uma certeza, a continuidade desta classe para este ano, conjuntamente com a taça rock crawler e os concorrentes do campeonato. Prova a prova, estarão em pista três diferentes competições, todos, com o mesmo grau de competitividade e emoção”, começou por referir o responsável máximo pela organização do campeonato nacional trial 4×4.

Esta terceira edição do CNTrial4x4 contará com a estreia de novos organizadores e locais descobertos com excelentes capacidades para a prática da modalidade, e que se pretende possa trazer ainda mais pontos de interesse para o evento na sua globalidade. Um factor preponderante para a divulgação da modalidade em diferentes regiões do país: “uma realidade incontornável para qualquer competição que se vem valorizando ano após anos e, é sobremaneira importante para as nossas equipas, partilhar os seus sponsor por diferentes localidades. Desta forma, a organização irá continuar a apostar em provas que ofereçam maior dinamização, sendo este ano a caravana deslocada para a bonita região transmontana de Vimioso, Moimenta da Beira, Valongo, Lousada e a continuidade de Paredes” afirmou Antero Bessa.

Por força na conjuntura económica um pouco adversas, a organização irá beneficiar as equipas com a redução no custo das inscrições, havendo ainda um incentivo extra para aquelas que se apresentarem no dia anterior à prova, de forma a dinamizar a região com a exposição das viaturas em parque fechado, com as equipas a poderem efectuar as verificações técnicas e documentais na tarde do dia que antecede a prova – sábado. O briefing voltará a realizar-se no dia anterior à prova (sábado à noite), sendo obrigatório a presença de um dos dois elementos da equipa, piloto ou navegador. Será realizado um prólogo matinal no dia de Domingo. Por força do número elevado… o anúncio que suscitou maior impacto e, talvez o mais apetecido foi o prémio final para o campeã nacional: “… continuará a haver prémios monetários e taças no final do campeonato, sendo que para o campeão nacional serão destinados 3.000 Euros”.

No aspecto regulamentar a organização introduziu algumas alterações que visam, no entender dos responsáveis, criar uma maior igualdade nos aspectos desportivos em prol do espectáculo, imagem, segurança e redução de custos. Quanto aos pneus a utilizar nas viaturas a competirem no CNTrial4x4 a medida máxima permitida será de 38 polegadas, sendo que na Classe Promoção serão criadas três divisões, distinguidas pelas medidas dos pneumáticos (Div.1 e 2) e a Divisão reservadas aos Suzuki Samurai. Os Regulamentos particulares de cada competição já se encontram disponíveis para consulta no site: www.cntrial4x4.com.

Para esta nova temporada, a imagem da competição e dos competidores continuará a assumir extrema importância na forma como a organização do CNTrial4x4 pretende envolver os agentes da comunicação social, num pressuposto promocional dando continuidade aos compromissos já assumidos com a RTP2 com o programa “Trial Magazine 4×4”; a Sporttv com o rescaldo das provas; o “Magazine Trial 4×4” no canal Local Visão n.º 199 da Meo e ZON Box – o magazine neste canal é semanal e vai relatar todos os momentos do Campeonato Nacional Trial 4×4, provas e preparações de equipas nos horários: quinta-feira às 19h30; sexta à 1h30 e 13h30, sábado às 16h00 e no domingo à 1h00 e 16h00; para além de acordos editoriais continuados com vários órgãos de comunicação social locais, entre outros meios.

Numa continuada avaliação ao impacto e potencial mediatismo veiculado pelos órgãos de comunicação social das acções do CNTrial4x4, a organização deu continuidade ao excelente trabalho desenvolvido pela empresa especializada na análise da comunicação – Cision. Este ano com a introdução na análise de novos elementos que permitem a valorização do espaço ocupado permitiram efectuar a valorização de todas as notícias e desta forma registou-se um crescimento do potencial de retorno de 512%, atingindo um valor claramente superior ao de 2011, rondando um milhão e trezentos mil euros de retorno.

Muitas outras novidades e surpresas estão para vir! Faça-se convidado e partilha o melhor trial 4×4 apoiando os seus “ídolos” pilotos favoritos ao longo destas cinco competitivas jornadas de Trial, que arrastará multidões. Longe do perigo e bem perto da emoção!

Calendário CNTrial4x4 2013:
 10 de Março – CNTrial4x4 Valongo – Clube Trilhos do Nordeste
 19 de Maio – CNTrial4x4 Lousada – Lousada TT – Clube
 30 de Junho – CNTrial4x4 Moimenta Beira – Clube Desportivo Leomil
 15 de Setembro – CNTrial4x4 Vimioso – Moto Clube de Vimioso “Os Furões”
 13 de Outubro – CNTrial4x4 Paredes – Clube TT Paredes Rota dos Móveis

(183)

CHEGADA DE RUBEN A PORTUGAL
VAMOS RECEBER O RUBEN NA TERÇA-FEIRA (22 JAN)!

 Horários de Chegada:
AEROPORTO DE LISBOA
Chegada prevista para as 20h30
(O Ruben ficará em Lisboa cerca de 1 hora com dísponibilidade para breves entrevistas)

AEROPORTO DE FARO
Chegada prevista para 22h30
(Calorosa recepção para todos os que queiram das as boas-vindas ao Ruben)

CONTAMOS COM A VOSSA PRESENÇA!

 Para mais informações, ou algum contacto directo com Ruben Faria, por favor contacte:
Miguel dos Santos – 967 015 624


  Photographer Credit: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool
License: EDITORIAL Use ONLY

(241)

Hélder Rodrigues a 100% no Top 10 do Dakar

Com a festa de encerramento do Dakar a brilhar nas ruas de Santiago do Chile, Hélder Rodrigues completou mais uma participação no Dakar, onde se apresentou aos comandos de uma Honda CRF 450 Rally e como piloto nº 1 do Team HRC, no regresso do construtor japonês às competições de todo-o-terreno, onde se destacou na década de 80 através da conquista de cinco edições desta mítica prova.

Apesar de ambicioso, a juventude do projeto limitou as naturais intenções do piloto português lutar pelo triunfo, mas foram essencialmente as três paragens forçadas já na ponta final da 2ª, 3ª e 11ª etapa que retiraram a Hélder Rodrigues a hipótese de lutar até ao fim por um lugar no pódio. De assinalar o facto de o piloto da Honda, Red Bull e TMN registar posições no Top 10 em todas as suas participações no Dakar, um palmarés apenas superado por Cyril Despres, o vencedor desta edição de 2013.

“Foi um grande desafio e uma enorme honra para mim fazer parte deste projeto e representar as cores da Honda no Dakar. Não estou naturalmente feliz com o meu resultado em termos de posição final, porque com esta equipa e com esta máquina creio que tinha potencial para lutar pelo pódio, mas não nos podemos esquecer que este é um projeto jovem e não pudemos testar tanto quanto nós gostaríamos. Tivemos algum azar e também alguns problemas de combustível na segunda e na terceira etapas, que prejudicaram o nosso resultado, mas a equipa esforçou-se muito e a moto evoluiu significativamente depois do dia de descanso. Estou muito satisfeito de estarmos todos aqui em Santiago e sei que a equipa está muito motivada para continuar esta experiência”, salientou Hélder Rodrigues em Santiago do Chile.

PR_HelderRodrigues_Dakar 2013_20 de Janeiro de 2012

Fonte: A2 Comunicação

(118)